Games Uncharted Drake's Fortune

Published on março 12th, 2013 | by Nelson Campos

0

Uncharted 1 – Drake´s Fortune – Como ser épico, capítulo 1

As sagas sempre vão melhorando a cada capítulo (menos os 2 últimos de Final Fantasy) e a série Uncharted não foi diferente. Eu não comecei pelo 1 – Drake’s Fortune, eu já fui para o 2 – Among Thieves e logo em seguida o 3 – Drake’s Deception e sabendo da lógica em que tudo vai ficar melhorando, comprei já pensando que passaria por momentos ruins em jogabilidade, graficos e outras coisas…ah ledo engano..mas vamos lá:

Uncharted 1 – Drake’s Fortune Launch Trailer:

Vamos ao que interessa, literalmente..

O que me surpreendeu em UC 1 foi o fato de que não demora muito para que as coisas comecem a acontecer. Não houve uma introdução do jeito que eu esperava dos personagens e você os conhece melhor durante o jogo. Como eu já tinha jogado o 3, eu já sabia da ligação entre eles (talvez por isso fizeram o foco na história de Drake em UC3), mas achei incrivel como isso não fez diferença. Sério.

Quando foi lançado, UC1 foi o modo da Sony dizer “Este é o Playstation, amem seu Deus”, e parando para pensar, na época os gráficos, a paisagem, tudo era realmente inovador. Eu realmente assisti os extras do jogo, vi as artes conceito, vi a renderização, os comentários dos criadores e tudo mais (acho que isso só vem na Game Of The Year Edition) e realmente consegui entender o que eles quiseram na época e conseguiram, que foi surpreender.

El Dorado e seus tesouros!….pero…no mucho…..

Na primeira aventura de nosso herói nos deparamos com uma história que todo mundo já ouviu, a famosa Cidade de Ouro perdia entre a América Central e América do Sul. É realmente lindo o que eles fizeram com a história e com os cenários. E claro, a trilha sonora (épica) do jogo não falha nem no primeiro.

Jogabilidade

Este era um ponto que eu temia após jogar os mais novo primeiro e depois o 1. É realmente diferente, o Drake é mais “mole” e a mira não é tão boa, bem como seu movimento de pulo, você nunca sabe bem onde ele vai cair e seu movimento de fuga (a cambalhota para o lado) mas ainda sim, não é ruim, só é pior que nas versões mais novas.

Uma coisa interessante é o controle de equilíbrio pelo sensor (acelerômetro) do Joystick, assim como o modo de arremessar granadas também é feito com ele. Uma coisa legal mas completamente inútil e acredito que por isso foi removido das versões mais novas. Em momentos de porradaria, é difícil jogar a granada sem tomar 50 tiros por causa deste sistema.

Algumas imagens do jogo para você:

Compra?

Sim, amigo, compre. Pricipalmente se você for como eu que jogou todos os outros. Você não vai se arrepender. é tudo muito bom. História, Gráficos e o Jogo em si é demais! Recomendo!

Desenvolvedora Naughty Dog
Publicadora Sony
Plataforma PlayStation 3
Gênero Jogo de aventura
Modos de jogo Single-player

Tags: , , , ,


About the Author

Estereótipo Sócio Cultural de semiose traduzida na sua linguagem real que é um signo seu e criador do Padoca Virtual (e talvez mais alguns outros 3464576 blogs por aí, mas quem está contando?).



Deixe uma resposta

Back to Top ↑
  • + Colunas

    Padocast | O Podcast do Padoca Virtual Cinéfilos | Padoca Virtual Games | Padoca Virtual Música | Padoca Virtual Comportamento | Padoca Virtual