Esportes Comemoração do tetracampeonato pela torcida do Flu

Published on novembro 13th, 2012 | by Ivan Luiz

2

Parabéns ao campeão Fluminense – competência, [viradas de mesa] e sorte!

E no centenário de Nelson Rodrigues (caso estivesse vivo), que foi um dos melhores cronistas da sociedade brasileira e um dos mais ilustres torcedores do tricolor carioca, nada mais justo do que seu clube de coração ser o campeão brasileiro de 2012. Artilheiro do campeonato, melhor goleiro, maior investimento, avião que quase “cai” e promoção da Série C para A – é, a vida como ela é, diria o pó de arroz Nelson Rodrigues.

É fato que o título conquistado pelos jogadores do Fluminense, que são comandados pelo multicampeão Abel Braga é legítimo. Uma campanha até aqui com 22 vitórias, 10 empates e apenas 3 derrotas que são equivalentes a 76 pontos. É indiscutível negar a superioridade do tricolor carioca perante aos demais concorrentes. Tanto que com 3 rodadas de antecedência e 10 pontos a frente do Grêmio (segundo colocado), está comemorando o quarto título nacional (mas…).

Primeiro Ato

Diego Cavalieri

“Um grande time começa por um grande goleiro”, é um ditado/clichê antigo e ratificado pelo Diego Cavalieri. Ele não é um goleiro espalhafatoso que faz defesas para as câmeras, não aparece tanto para a mídia e nem tenta ganhar sua titularidade nos microfones. Revelado e formado pelas categorias de base do Palmeiras (que ironia), onde por muitas vezes já mostrará seu valor na ausência do São Marcos, despertou o interesse do Liverpool da Inglaterra e depois de perambular pela Europa sem sucesso, foi acolhido nas Laranjeiras em 2011 sob olhares de desconfiança no início no clube carioca. E neste Brasileirão se sagra como o melhor goleiro, tanto por ser o menos vazado quanto pelas defesas magníficas e cirúrgicas quando necessárias. Definitivamente está no hall dos melhores goleiros dos últimos anos no futebol brasileiro.

Segundo Ato

Jean

A posição de volante é uma das mais pródigas atualmente do futebol brasileiro. Vindo do São Paulo desacreditado, Jean, chegou ao tricolor carioca retornando a posição de volante (no São Paulo os seus treinadores escalavam de lateral direito e por perder muitos gols ficou marcado pela torcida), assumindo a camisa 26. Apesar da numeração, ele é o termômetro do meio-campo pó de arroz, eficiente nos desarme e marcação, além de ser muito bom como elemento surpresa no ataque. Quem vocês acham que cruzou a bola para o gol do título no último domingo?

Terceiro Ato

Fred

Fred, o homem gol! Uma das mais célebres frases de jogador de futebol foi proferida pelo folclórico centroavante Dadá Maravilha “Não existe gol feio. Feio não é fazer o gol.” – e com o Fred é assim! Centroavante clássico, habilidoso, inteligente, finalizador e artilheiro. É gol de cabeça, de pênalti, de rebote ou até mesmo de voleio ou bicicleta; se vacilar o Fred te pega! Foi revelado na categoria de base do América Mineiro, ganhou destaque no Cruzeiro e depois partiu para o Lyon da França, onde teve relativo sucesso. Desde 2009 no Fluminense, é o capitão do time e o maior ídolo do clube na atualidade. Neste Brasileirão, já balançou as redes 19 vezes, e na partida contra o Palmeiras que decretou o título e o iminente rebaixamento palmeirense, Fred fez dois gols e fez a jogada do gol contra pela zaga palestrina. E isso tudo quase não foi possível por causa de algumas caipirinhas pós-desclassificação do “Nense” na Libertadores deste ano… #fato

Obs.: Além destes 3 jogadores, foram importantíssimos também atletas como: deco, Thiago Neves, Edinho, Gum, Carlinhos, Rafael Sóbis, Wellington Nem e claro o técnico Abel Braga!!! [vale o registro]

Ato Final

Técnico Abel Braga

Apesar de toda festa e alegria da comissão técnica, jogadores, torcedores, imprensa e patrocinadores, um fato ainda vai manchar toda e qualquer glória conquistada pelo Fluminense Football Club. Graças às viradas de mesa nos Brasileirões de 1996 (rebaixado, porém não disputou a Série B) e em 2000 (havia sido campeão da Série C em 199, porém foi alçado para a Série A no ano seguinte na famosa Copa Havelange).

Bom, quem está hoje no Fluminense não é responsável por este lado obscuro de sua história… Parabéns ao Fluminense pelo Tetracampeonato Brasileiro!
E para encerrar, perguntaria o famoso personagem de Nelson Rodrigues, o sobrenatural de Almeida:

– Quando o Flu pagará a dívida que tem com a Série B?

Tags: , , , , , ,


About the Author

Idealista por opção e um chato convicto. Acredita que quando se ama o que faz, o sucesso é apenas consequência e não objetivo. A curiosidade e a ânsia por conhecimento, guiaram-lhe ao Jornalismo. Ama as coisas simples e tem a sua maior riqueza medida pelas amizades. Mudanças são inevitáveis, se as oportunidades não aparecem, procura criá-las!



2 Responses to Parabéns ao campeão Fluminense – competência, [viradas de mesa] e sorte!

  1. Dudu Melo says:

    e o palmeiras meu querido Ivan não merece um post??

    creio que na segunda sai né?!?!?!

    kkkk

Deixe uma resposta

Back to Top ↑
  • + Colunas

    Padocast | O Podcast do Padoca Virtual Cinéfilos | Padoca Virtual Games | Padoca Virtual Música | Padoca Virtual Comportamento | Padoca Virtual