Por Padoca

Published on setembro 2nd, 2011 | by Ivan Luiz

4

Desce mais uma [CERVEJA] garçom!

“Um sujeito que não toma cerveja, pode desconfiar que boa pessoa não é!”, já diria um grande amigo meu. Se existe uma bebida que difere de classe social, status, sexo e outros preceitos é a cerveja, famosa e consumida no mundo inteiro. Presença cativa em reuniões de amigos, em churrascos, em bares, no futebol, cerveja é a combinação perfeita de final de semana com qualquer outra coisa.

As cervejas são feitas com água, cevada maltada e lúpulo, fermentados por levedura. A fermentação alcoólica (com mais de 90% de água e de 4% a 5% de álcool) preparada de algum cereal maltado, sendo o mais utilizado a cevada. Detalhes técnicos a parte, o quê interessa para um bom cervejeiro é o estampido da tampinha da garrafa, o copo inclinado à 45º, dois dedos de colarinho e a cerveja estupidamente gelada a ser degustada.

Quem é a deusa?

Nem Ivete Sangalo, Paola Oliveira, Juliana Paes ou alguma modelo mega-hiper-super atraente, usando roupas decotadas, fazendo caras e bocas em um comercial publicitário de alguma cervejaria nacional, Ninkasi, é a deusa dos cervejeiros. De acordo com registros sumérios, um poema de 3900 anos homenageando a deusa, contém a mais antiga receita de cerveja, descrevendo a sua produção pela cevada utilizando pão.

Tipos de cerveja

As Lagers,

São de baixa fermentação, são tradicionalmente armazenadas em baixa temperatura por semanas ou meses, clareando, amadurecendo e ganhando maior quantidade de dióxido de carbono. Originária da Europa, principalmente Alemanha, (as cervejas claras), são as mais consumidas do mundo.

A Malzbier

É um tipo de cerveja, doce e com baixo teor alcoólico (geralmente entre 0 – 1%), de cor escura, que é fermentada com uma cerveja normal e o açúcar é adicionado depois. Ela é geralmente usada como uma bebida energética.

A Ale

São cervejas de fermentação alta tendem a ser mais saborosas, incluindo uma variedade de sabores de cereais e ésteres produzidos durante a fermentação que lhe conferem aroma frutado; são também de baixo teor de gás carbônico, fermentadas e servidas idealmente numa temperatura mais elevada do que as lagers.

 A Porter é fabricada a partir do processo de fermentação alta, assim chamada porque ela ocorre a uma temperatura elevada, entre 15 °C e 20 °C, fato que leva as leveduras a subirem à superfície, resultando em uma cerveja forte e encorpada.
Pilsen, é a cerveja do tipo lager, amarga, de coloração dourada e bastante transparente. É o gênero de cerveja mais consumido em todo o mundo. O nome pilsen é derivado de Pilsen, nome alemão da atual cidade de Plzeň, localizada na República Checa, onde este estilo de cerveja foi originalmente produzido.
10 coisas importantes que você deve saber? 
  Sai pronta da cervejaria: não pede, portanto, envelhecimento. Quanto mais jovem for consumida, melhor será seu sabor. Dura em média 90 dias.
Depois de gelada, deve ser consumida e jamais voltar à geladeira.
Copos e canecas pequenos e de cristal são os ideais, pois mantém melhor a temperatura e a espuma.
Tomar cerveja sem colarinho é uma heresia. Dois dedos de espuma são ideais para reter o aroma e evitar a liberação do gás carbônico.
  A espuma cremosa revela a persistência e bom estado da cerveja. Para aproveitá-la melhor, sirva derramando uma dose. Depois, espere baixar o colarinho. Em seguida, incline o copo até 45 graus, despejando o líquido devagar enquanto o colarinho sobe.
Não existe praticamente nenhuma diferença entre a cerveja e o chopp. A diferença é que a cerveja vai para a lata ou garrafa e é pasteurizada, enquanto o chopp vai para o barril e direto para o copo.
A Bélgica é o país com a maior variedade de cervejas do mundo. Existem mais de 150 tipos diferentes.
O lúpulo, que dá o sabor amargo à cerveja, é totalmente importado, pois não se aclimatou no Brasil.
De acordo com estudos médicos da Universidade Estadual do Oregon, EUA, as cervejas têm compostos que podem inibir em 50% o crescimento de alguns tipos de câncer, sem comprometer as células sadias.
 10º Com 90% de água, a bebida é hidratante. E com apenas 3 a 5 graus de álcool, como as do tipo pilsen, a cerveja estimula o metabolismo – pelo menos quando ingerida moderadamente. Além disso, é rica em vitaminas, carboidratos, proteínas e aminoácidos. Apesar disso, não engorda. É folclore associar o consumo de 80 calorias de um copo de 200 ml com a formação de barriga. Os acompanhamentos gordurosos é que engordam.
E aí, tá esperando o quê para convidar os amigos e tomar uma loira bem gelada?

Tags: , , , , , ,


About the Author

Idealista por opção e um chato convicto. Acredita que quando se ama o que faz, o sucesso é apenas consequência e não objetivo. A curiosidade e a ânsia por conhecimento, guiaram-lhe ao Jornalismo. Ama as coisas simples e tem a sua maior riqueza medida pelas amizades. Mudanças são inevitáveis, se as oportunidades não aparecem, procura criá-las!



4 Responses to Desce mais uma [CERVEJA] garçom!

  1. Pablo Pinheiro says:

    Adorei o não é a cerveja que engorda, e sim os acompanhates. kkkkSaúde!

  2. Ivan Luiz Ferreira says:

    É confirmado cientificamente!!!hahahaSaúde Pablo!

  3. Bruno Locci says:

    Excelente post! É domingo de madrugado agora e eu já estou ansioso pela próxima visita ao bar!

  4. Ivan Luiz Ferreira says:

    É Bruno, independente do local, o bom é ter a companhia dos amigos tomando uma cerveja!!!

Deixe uma resposta

Back to Top ↑
  • + Colunas

    Padocast | O Podcast do Padoca Virtual Cinéfilos | Padoca Virtual Games | Padoca Virtual Música | Padoca Virtual Comportamento | Padoca Virtual